Aqui vou publicar os meus receios, as minhas angustias, as minhas aventuras neste pequeno planeta...

22
Fev 08

 

Estou de cama !

Sim...estou doente!

Acabei de abrir os olhos e qual não foi a minha surpresa...estavas sentada na beira da minha cama sorrindo!

O teu cabelo louro, a tua fatiota xpto ...era tu!

Não era um sonho... 

Exclamei : - Devo estar a morrer...para me vires visitar!

O teu sorrindo revelou que algo de anormal se passava.

Ao longo de mais de vinte anos caminhámos lado a lado nesta aventura da vida.

Depois faz um ano cortámos os laços de amizade total e sincera que sempre tivemos ...

Não faz sentido agora estares aqui na minha casa, sentada na minha cama!

Sorri também.

- Parva...já não posso visitar a minha amiga de sempre?

Dei uma gargalhada e disse: - C. tu orgulhosa como és, não davas o braço a torcer se a coisa não fosse grave. Sabes que conheço-me melhor do que ninguém!

O seu sorriso continuava triste:- Sim eu sou orgulhosa, tu teimosa, e isso levou à destruição do mais belo sentimento que o ser humanos tem. A amizade!

Levámos tanto tempo a aprender a confiar uma na outra, fomos amigas nos bons e nos maus momentos.

 E por uma parvoíce deixámos de falar.

Só cheguei à conclusão que havia coisas mais importantes...

Interrompi-a: -Ok. Não quero falar mais nisso. Que tal recomeçarmos sem rancor, sem amargura? Sempre foi assim que fizemos ...

E sorrindo comecei a falar dos acontecimentos da minha vida e ela da dela...

O tempo parecia que não tinha parado.

Ali estávamos nós as duas rindo das peripécias que ambas tínhamos passado neste ano de ausência .

Eu estava feliz...tu também...

A minha mãe entrou com o lanche para as duas, como sempre fazia quando visitavas a minha casa, e disse: - Hora dos comprimidos e do lanchito .

Fico contente por a normalidade ter regressando.  

Ambas sorrimos...a minha família é a tua família , e vice-versa.

O tempo vai passando e nós parecemos duas adolescentes conversando animadamente.

Não é um sonho porque me belisquei...

A mágoa está ultrapassada...estamos bem again !

 

Toca o telemóvel...levanto a cabeça da almofada e olho para o meu quarto!

Estou sozinha ...

A cabeça estala de dor, tenho noção de que estou sorrindo!

Atendo o telemóvel, é a tua irmã a convidar-me para passar lá em casa. Hoje à festa de anos. Precisamente à um ano foi a última vez que estivemos todos juntos em casa dela.

O tempo passa...mas o orgulho e a teimosia mantêm-se .

Apesar da dor de cabeça acordei tranquila!

É impressionante o que o subconsciente nos faz!

Ontem eu e Sonay falámos do passado que está enterrado.

Sim, de pessoas que nos fazem sofrer.

Esta é a explicação que encontro para o sonho...

É bom ver que a tempestade passou...conseguimos falar sem rancor, sempre brincado com as cenas.

Mas a história não se apaga do nosso inconsciente.

Os bons momentos prevalecem sobre os maus!

 Sei que estou pronta para o confronto, para o reencontro...

Fizeste-me sofrer, espetas-te uma faca nas minhas costas, nunca esperei isso de ti, não merecia isso de ti!

Graças aos meus bons amigos PM , Sonay e Gu , além do apoio que tive da tua irmã superei a crise!

Mas não estou vingada...

Lamento, mas Sonay tem razão.

 E no nosso reencontro a minha fortaleza vai estar bem protegida.

A vida continua, e tu ficaste lá no passado.

Seguimos caminhos diferentes, não quero ser amiga da pessoa que te tornaste.

És passado.

E agradeço que deixes o meu subconsciente em paz.

Não quero sonhar contigo, nem com algo que jamais se vai passar.

Quero viver a realidade, com aqueles que me amam e estão a meu lado.

 

  

publicado por abadia7 às 15:04
sinto-me:

Fevereiro 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

13
16

17
20

25
28
29


mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
blogs SAPO