Aqui vou publicar os meus receios, as minhas angustias, as minhas aventuras neste pequeno planeta...

19
Abr 09

Nem sei o que vos diga...

tic tac...

para a semana faço anos...

entro nos entas!

tenho tido pesadelos...

contactos que deveria fazer...

confrontar certas pessoas, com certas atitudes...

partir...

sem regresso...

sei que não sou capz...

cobarde, chamo-me a mim pr+opria...

cobarde porque não consigo tomar 1 decisão e mantê-la...

cobarde porque tomando a decisão não consigo passar à frente...

cobarde porque não tenho coragem de fazer o que o coração me pede...

enfim...

teme-se uma semana complicada...

á deriva...

a parede está erguida, ninguém consegue entrar, nem rachá-la...

o disfarce está bem preparado, ninguém consegue ver por detrás da máscara...

a única pessoa que o conseguia fazer, a única pessoa que podia colocar em perigo de derrocada, partiu...

a única pessoa capaz de me olhar nos olhos e me dizer: tu não estás bem, sabes que não me enganas, deixou-me entregue a mim mesma...

deixou-me com um fardo bem grande...

um fardo do tamanho do universo...

deixo-me com a tarefa de crescer, de sofrer sem o seu apoio...de decidir sem ter uma palavra de conforto...

e como Deus me pôs à prova...

e temo que vá continuar a pôr à prova...

de repente fiquei sem emprego, não me pagaram a indmização, fioquei debaixo dum camião com a minha bike ( só Deus me salvou da morte); o meu tio esteve à beira da morte ( Deus deitou-lhe a mão salvando-o); o meu pai teve um gravissimo acidente de bike ( em coma induzido, um mês no hospital ( só Deus o abraçou e o devolveu à vida)...

e ainda a batalha vai no principio...

Deus meteu-me no caminho um anjo que me ajudou a arranjar emprego ( renovei o segundo  contrato)...

Tenho as minhas antigas patroas em tribunal, o meu pai vai a tribunal por causa do acidente( acusou alcool! é uma bike, não tem dieitos só deveres; porque o acidente que ele teve se fossem 2 carros a culpa era do outro!....triste o nosso pais!

enho ( muito provavelmente as despesas do hospital a pagar ( será que Deus me vai dar uma ajudinha?)...

Anos dificeis os últimso dos intas...

Nos entas já deveria estar casada com filhotes, com 1 emprego seguro e casa própria...

não tenho nada disso....

Vivo em casa dos meus pais...não tenho perpectivas de principe desencatado, crianças, gosto as dos outros....casa não quero pagar dutrante 40 anos uma renda! 

se tem sido assim tão mau?

não tenho tido últimamente uns anos menos bons...

mas tenho sorrido imenso, apanhado muitas bebedeiras em jantaradas na companhia de alguns amigos que caminham a meu lado...

descobri caras novas, colegas novas que me tem ensinado muito...

descobri novas motivações, novos desafios...

descobri novas culturas, novas mentalidades...

cresci....sózinha entre moinhos sem a tua protecção, sem o teu carinho, sem o teu orgulho, sem o teu apoio!

sobrevivi, apesar da dor....do sofrimento....

se me vives sorrias...porque consegui, porque renasci, porque mje redescobri....

hoje sorrio quando paso por um lugar por nós frequentado...

em quase todos os cantinhos de portugal tenho lembranças tuas...

e onde não fomos....penso que também gostarias de estar ali a meu lado....

a isto acho que se cahma saudade...

temo que nunca mais vou-me recuperar da tua partida inesperada....

só espero que um dia os caminhos da vida nos voltem a possibilitar um encontro....

....

.....

.............

sei que tenho muito que te agradecer ( fi-lo numa carta)....

aprendi imenso....

cresci  muito...

....

sei que na quinta-feira o teu pensamento está comigo...

sei que te vais lembrar, e ( espero) que um cantinho do teu coração esteva triste porque não vais estar a meu lado numa data tão especial...

prometemos estar lado a lado até á velhice...

promessa interrompida....pelo menos por agora...

até um dia!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

saudades....muitas saudades..............

publicado por abadia7 às 22:28

14
Abr 09

De regresso ao nosso amado Portugal, após 3 dias em Espanha.

Três dias de exageros....

Três dias em islantilla!!

O café intragável que bebemos em alguns sitios só foi colmatado pelas conquilhas!!!!

Que posso dizer mais?

Que abusámos na bebida e não só!!!!!!!!!!!

Sim...mas afinal precisávamos de descontrair....

Acho que mereciamos....

Longe de tudo e de todos...

Para pensar, para dormir...para deixarmos o mundo preocupar-se com tudo!!!!

Descobri que também os espanhóis gotam da fofoca...

Uma apresentadora Ella de seu nome foi a um programa de tv porque o tema em espanha é a paternidade do seu filho Alexandre de 9 anos!

Acho que a sra. mantinha uma relação de 4 anos com um distinto sr. casado, com familia à pelo menos 4 anos antes de engravidar.

Teve o filho, e como sabemos figura pública tem de revelar tudo...

Pois esta sra. foi preseguida para dizer o nome do pai....

4 hipóteses ( todos srs. graudos) se apresentam como candidatos!

Confesso que não ligo muito a mexericos.

O que me chocou foi o facto de fazerem noticia disto!

A sra. confessou que não ganhava dinhiero algum com as entrevistas, com as fotos, com a publicidade...

Apenas não quer revelar o nome do gajo porque o caso está entregue a um advogado!

O caso vai ser resolvido, pelo teste de paternidade entretanto feito, e pelos tribunais!

Afinal em Espanha não é tão diferente do nosso portugalinho!

Neste aspecto.... 

De resto....

O nivel de vida não tem nada a ver, se já tinha constactado isso, agora tive a certeza...

Gostam de petiscos, gostam de passear, ve-se nas ruas grandes carrões, vê-se pistas para caminhar, andar de bike, por longos quilómetros.

Tão perto e tão longe..... 

É nestas alturas que vimos o abismo entre os dois paises.

Que mais posso dizer???

publicado por abadia7 às 23:07

Confesso que da minha passagem por Barcelona ( tudo me encantou), as tapas fizeram a minha delicia...

As tapas e as cãnas!

Mas se cerveja podemos beber cá, tapas é algo caracteristico de Espanha.

Tal como os nossso pastéis de Setúbal, de Sintra, e essas coisas típicas.

 

Desta vez estava programado irmos ás tapas!

uma noite não fomos...adiámos para a seguinte.

 

Já não me recordo bem porque...

Sei que no sábado acabámos de adormecer e adiar...

As causas não as vou contar aqui porque sabemos bem o que foi....

Agora está prometido uma ida ás tapas...a Lisboa!

Deixo aqui aos interessados algumas pistas:

Restaurante A Sevilhana

Restaurante El Gordo

 

Achei estes entre vários...mas aceito sugestões!!!!!!

 

publicado por abadia7 às 22:58

Existem situações que nos revoltam.

Existem pessoas que colocam os interesses dos outros acima dos seus...sempre.

Isso em pessoas que conheço por vezes leva-me a fazer comentários desagradáveis.

Porque não dão valor aos esforços, ás ajudas das pessoas.

Quando alguém me diz que não pode fazer isto ou aquilo porque tem de ajudar a familia, os amigos eu compreendo.

Compreendo se houver retorno da coisa.

Agora quando só se cobra, só se exige dessa pessoa e no fim não temos a paga o retorno é irreal para mim!

Atençaõ: Não me considero materialista ( sou egoista), ajuydo os amigos e a familia.

Mas também exigo a mesma disponibilidade para os meus problemas, para quando eu peço uma ajuda.

Sim...nem sempre isso acontece.

Mas também outros se podem queixar, ou exigir isso de mim.

O que me revolta é que alguém tenha sempre disponibilidade para alguém que quando é altura de dar o retorno não está lá...

Isso revolta-me.

O não reconhecimento do valor de alguém...

Por vezes perco a paciência em certas ocasiões com certas pessoas que cedem sempre....

Que fazem tudo pelos outros e depois palavras como já faço, ou quando tiver um tempinho arranjo surgem nas alturas que mais necessitam.

....

....

É o preço que se paga...

Mas é uim preço demasiado alto.

Um preço injusto.....

publicado por abadia7 às 22:57

 

Descartes identificou a «coisa pensante» (res cogitans) ou mente como sendo a alma humana ou consciência; o corpo, apesar de interagir de alguma forma com a alma, era uma máquina física, secundária, e em princípio separável da alma. Defendia que tudo tinha uma causa; nada pode resultar do nada.
Pois é…
Este fim de semana apliquei em mim própria esta teoria.
Sai de mim e analisei a minha alama, as minhas decisõe, a minha vida…
Ri a bom rir de mim própria, dos meus defeitos, das minhas virtudes.
Analisei os meus amigos, os inimigos, os hipócritas, a familia.
O meu ritmo cardiaco subia vertiginosamente à medida que a analise ia se tornando mais densa….
Não possso revelar tudo, porque entretanto voltei ao meu corpo humano e egoista.
A matéria ( o diabinho) prevalece sobre a alma ( o anjinho).
Pode parecer parvo, estúpido estas linhas….
Mas garanto-vos nunca estive tão lúcida em toda a minha vida.
Decisõe sque para  mim eram ponto assente, foram colocadas cruelmente à minha frente noutro ponto de vista.
Por momentos pensei que tivesse morrido e estava a caminho do outro lado.
Ia na barca ( quem leu Gil Vicente comprende-me) com um remador ( jeitoso) que me fazia o balanço da minha inutil vida.
Perdi um grande amor.
 Perdi uma grande amizade.
Não perdi o meu pai porque Deus foi bonzinho comigo ( sem merecer).
De repente todos ops valores que para mim eram importantes estavam ali a nu…
Estavam expostos ao ridiculo.
Eu que de peito cheio dizia dar valor a amizade não dei o braço a torcer e perdi a úynica pessoa a quem confiei de olhos fechados.
Perdi a pessoa que amava porque achei que não devia lutar por alguém que não correu para mim na altura que eu quis…
E mesmo agora castigo todos os que se intitualmeus amigos.
Não os deixo verdadeiramente aproximar-me.
Não abro o meu coração.
De repente naquela viagenm de barca eu olhei e vi como uma simples atitude diferente da minha parte poderia ter mudado as coisas.
O balanço da minha vida era diferente se tomasse outras decisões ( como para todos os mortais)…
Perguntei ao jeitoso que remava se ainda ia a tempo de mudar….
Olhou-me e com um sorriso cristalino respondeu-me : - Basta quereres querida. Basta pegares nessa coisa que agora usam para comunicar para mudares as coisas.
A questão é se o farás.
Olhei para ele o seu trege branco tinha-se transformado num manto vermelho, o sorriso cristalino tinha-se transformado num riso cínico.
Voltei ao meu corpo….
Adormeci como o meu coração a 300 á hora.
O balanço não me surpreendeu, talvez nunca o tivessse feito tão cruelmente, tão abertamente a mim própria.
E tudo continua na mesma….
Porque o corpo, a matéria se subrepões à alma….
Foi terrivelmente assustador.
Terrivelmente autentico….
Terrivelmente revelador…
  Tudo tem uma justificação…
Nada acontece por acaso.
 
publicado por abadia7 às 22:51

Abril 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

12
13
15
16
17
18

20
21
22
23
24
25

26
27
28
29
30


mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
blogs SAPO