Aqui vou publicar os meus receios, as minhas angustias, as minhas aventuras neste pequeno planeta...

28
Abr 08

Quando sabemos que conhecemos alguém o suficiente?

Quando é que podemos olhar para a pessoa e saber o que está a pensar?

Sim…demora anos…

Uma simples carta pode ser mal interpretada?

Sim.

Um texto lido fora do contexto pode ter outro significado?

Sim.

Mas é necessário explicar?

Não.

Já uma vez o escrevi, e vou repetir…

Escrevo porque sinto, porque me faz bem à alma, não porque pretendo magoar ninguém…

Escrevo não porque quero ignorar as pessoas…

Escrevo porque me faz sentir bem.

Porque sinto necessidade.

Não é contra alguém, é a meu favor.

Se estou a ser individualista?

É provavel.

Já escrevi sobre pessoas e cenas que se passaram no passado.

Situações caricatas, situações de alegria e de dor.

Sim.

Pouquissimas pessoas sabem da existência deste meu blogue…e cada vez me convenço que ninguém deve saber dos blogues dos outros.

Não!

Porque não compreendem o que se escreve, não leem o que está por detrás duma palavra…

Sim…se compreendem, se comentam um post de carinho, de incentivo, também tem o diereito de questionar outros posts?

Talvez..não digo que não!

Mas se leem entre as entrelinhas dos posts de força, porque não leem nas entrelinhas dos outros posts?

A pessoa que escreve é a mesma.

Sim…estou a falar de mim.

Sim…prefiro a escrita…

Se tenho de justificar uma atitude, um post, uma palavra …prefiro refugiar-me no individualismo, na escrita.

É mau?

É.

É um defeito?

É…

É o cansaço a dar o sinal…

O muro a erguer-se…

Que mais posso dizer?

Nada.

Não há mais nada para dizer.

Simplesmente não me apetece.

Também estou consciente que uma pessoa perde…EU.

Se me preocupo?

Sinceramente…neste momento…NÃO.

 

publicado por abadia7 às 22:45

Abril 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

14
15
17
18
19

20
21
24
25
26

27
30


mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
blogs SAPO