Aqui vou publicar os meus receios, as minhas angustias, as minhas aventuras neste pequeno planeta...

28
Abr 08

Passamos pelas coisas sem as ver,
gastos, como animais envelhecidos:
se alguém chama por nós não respondemos,
se alguém nos pede amor não estremecemos,
como frutos de sombra sem sabor,
vamos caindo ao chão, apodrecidos.
   

                                 Eugénio de Andrade.

 

Ao afirmarmos: 'Nunca ninguém conseguirá me magoar', não queremos dizer que não damos o devido valor aos nossos sentimentos, que não nos importamos com o mundo e que não valorizamos as criaturas com quem convivemos. Querer não 'sentir dor' pode dessensibilizar as comportas de nossos mais significativos sentimentos, inclusive atingindo de forma generalizada nossa capacidade de amar. Muitas vezes, queremos representar que possuímos uma segurança absoluta, quando, na realidade, todos nós somos vulneráveis de alguma forma".

                                         Hammed

 

 

Simples palavras…

Sentimentos aqui colocados…

Nesta folha em branco, as teclas saltam por debaixo dos dedos…

A cabeça dói…

As incertezas são mais que muitas…

O caminho está cheio de atalhos, nem sempre fáceis de contornar…

Só espero que no fim da caminhada, uma certeza prevaleça …

Não trair os meus valores.

Será que vou conseguir?

Vá lá Deus…

Não respondas já…

Deixa-me andar por aqui mais um cadito.

Até um dia.

publicado por abadia7 às 23:25
sinto-me:

Abril 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

14
15
17
18
19

20
21
24
25
26

27
30


mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
blogs SAPO