Aqui vou publicar os meus receios, as minhas angustias, as minhas aventuras neste pequeno planeta...

21
Dez 08
Não sei quantas almas tenho

Não sei quantas almas tenho.
Cada momento mudei.
Continuamente me estranho.
Nunca me vi nem achei.
De tanto ser, só tenho alma.
Quem tem alma não tem calma.
Quem vê é só o que vê,
Quem sente não é quem é,

Atento ao que sou e vejo,
Torno-me eles e não eu.
Cada meu sonho ou desejo
É do que nasce e não meu.
Sou minha própria paisagem,
Assisto à minha passagem,
Diverso, móbil e só,
Não sei sentir-me onde estou.

Por isso, alheio, vou lendo
Como páginas, meu ser.
O que segue não prevendo,
O que passou a esquecer.
Noto à margem do que li
O que julguei que senti.
Releio e digo: <<Fui eu?>>
Deus sabe, porque o escreveu.

              Fernando Pessoa

 
Pessoa....~
não sei quantas almas tenho.
Mas quando bebo esta mistura deliciosa tudo muda!
O mundo fica mais negro!
A culpa maior!
Necessito de ar....
Pareço que sufoco...
Que a vida me sufoca...
Que nunca vou chegar a lado nenhum...
Que nada, nem ninguém me importa...
Não consigo chegar onde quero...
E onde quero chegar?
nem eu sei!
Nem a minha alma sabe...
Vou terminar
Vou deixar de escrever
 
Até parece que este blogue deixou de fazer sentido.,.
Que digo?
Que faço?
Não sei...
E sinceramente nem quero saber....
 
publicado por abadia7 às 20:17

Dezembro 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
15
16
17
18
19
20

22
25
26
27

29
31


mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
blogs SAPO